janeiro 3

Realizando sonhos…… dos outros!

A tempos não escrevo aqui no blog, por N motivos, falta de tempo, falta de ideias, paciência de sentar e escrever algo e até mesmo a velha e boa preguiça de vomitar algo interessante ou relevante na vida de vocês, mas se vai adicionar algo na vida de vocês ai já não sei dizer, não estou aqui pra isso.

Hoje vamos falar de realizar o sonho de outra pessoa!

Hoje seria uma data qualquer um 03 de Janeiro de 2013 sem importância alguma, uma data que para muitos passaria desapercebida, mas não, não hoje!

Bom… Todo mundo que esta lendo esse texto tem pelo menos um sonho, mas acredito que todos tem milhares de sonhos que gostaria de realizar, desde fazer uma viagem à ter uma casa própria. Não importa o tamanho do seu sonho, oque importa é que você tem UM.

Vou deixar aqui uma questão para você pensar enquanto lê o texto abaixo: “Ser uma pessoa egoísta e mesquinha ou ajudar o próximo a realizar um sonho importante na vida e você se tornar apenas mais um?

Tudo começou a alguns anos atrás, quando conheci uma mulher maravilhosa, blá… blá… blá…. Achei sinceramente que seria ELA a mãe dos meus filhos, blá…. blá…. blá… Inclusive após ela ter me contado que tinha um sonho de viajar para estudar fora! Eu como bom namorado e amigo, mais do que prontamente incentivei essa ideia, de que era importante na vida dela, não só profissionalmente mas também pessoalmente, por diversas vezes ela pensou em desistir, os pais não queriam que ela o fizesse, mas eu sempre ao seu lado a incentivei e até ajudei no que eu podia ajudar, no que estava ao meu alcance. Durante todo esse processo que durou alguns meses uma pergunta me rondava: “E depois que ela for? Como será que as coisas ficarão entre nós?”. Mas nada disso interessava naquele momento, oque interessava era que eu estava ajudando uma pessoa a realizar um dos seus sonhos mais importantes de sua vida, era essa realização que fazia com que eu não me importasse com oque iria acontecer no futuro próximo.

Bom… agora começa o início do fim…. Após alguns contra-tempos com o voô e o adiamento dele, deixamos ela no hotel pois ela iria pegar o voô do dia seguinte. Ali… naquele momento, no hall do hotel eu já sabia, mas não queria admitir para mim mesmo que o fim estava próximo. Não houve conversa, não houve diálogo, não houve nada… apenas a sensação de que iria acabar.

Tentamos manter o contato e o namoro a distância, sempre nos falando por MSN, ou por Skype. Até um certo momento que veio a bomba… “Vamos terminar o namoro pois não dá mais certo!”…. Bom… depois disso não preciso falar mais nada… acabou tudo… acabou?? Mesmo???

Acabar é uma coisa… desistir é outro… ser idiota é a soma de tudo… pois bem… durante todo esse tempo eu mantive e nuntri uma esperança de que pelo menos quando essa pessoa voltasse nós iriamos sentar, conversar e ver oque aconteceria… Mas como um bom idiota que sou… mantive essa chama acessa… mesmo todo mundo dizendo o contrário, mesmo eu tentando procurer conforto em outras ou tentando esquecer tudo isso. Pois todos… TODOS falavam para eu esquecer essa história… que já havia acabado.

Bom… depois de um tempo voltamos a conversar como amigos… mas com o carinho de sempre e a promessa de conversarmos quando voltasse… foi ai meu erro… voltar a conversar… apenas para levar mais uma porrada… resumindo… sumimos um da vida do outro…

Mas e ai?? Agora vem aquelas pessoas com as frases prontas: “Se ela realmente te amasse ela não te abandonaria”, “O que é para ser sera”, “Se não foi dessa vez, será na próxima.¬¬

Agora volto a minha pergunta lá do inicio desse texto.

Ser uma pessoa egoísta e mesquinha ou ajudar o próximo a realizar um sonho importante na vida e você se tornar apenas mais um?

Mas vou mudar ela.

Ser uma pessoa egoísta e mesquinha ou ajudar a pessoa que você ama a realizar um sonho importante na vida e você se tornar apenas mais um idiota?

 

PS: Para as pessoas que me conhecem, SIM ainda estava com essa história entalada na garganta!

PS2: Não estou aqui nesse texto querendo que vocês odeiem ela, isso somente eu e ninguém mais tem esse direito.

 




Posted 3 de janeiro de 2013 by Vilela in category "Texto

4 COMMENTS :

  1. By Sharlene on

    Oi Lê…. bem eu conheço bem essa sua história. Que bom que pode escrever o que sente, isso é muito bom…

    Beijos.

    Reply
    1. By Vilela (Post author) on

      Shá, não sei se foi bom ou não escrever sobre isso. Apenas coloquei tudo o que senti ai!

      Reply
  2. By Célio Gomes on

    Ótimo texto, eis uma dúvida, as pessoas na sua grande maioria não são gratas como desejamos, sempre pra menos, sempre assim, muitos nos olham e nos questionam porque agimos de certa forma ou temos a seguinte visão por terminado assunto ou pessoa, mas não estão na nossa pele, não viram ou sentiram o que um dia a outra pessoa sentiu, somente assim poderiam criticar, dizer o que deveríamos ter feito, o jeito é pegar isso como experiência e seguir em frente, é o melhor a ser feito.

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Protected with IP Blacklist CloudIP Blacklist Cloud